3 maneiras de construir relacionamento (e ganhar vendas através de e-mail)

Ok, você tem o seu marketing de mídia social em ação. Então vocêconstróileads através de incríveis sorteios no Facebook e outros concursos online e conteúdos gratuito com like-gate (como os e-books da Wishpond). O número de likes no Facebook aumenta, sua lista de e-mail cresce. Legal! Mas e agora?

Para conseguir a venda, você primeiramente tem que construir um bom relacionamento com seu lead. Bom, vamos ser realistas, existe uma chance quase nula de que alguém curtir sua página do Facebook e imediatamente comprar o seu produto ou serviço.

É aí que o e-mail entra. E-mail marketing é um dos métodos mais pessoas de manter contato com seu público. Você apenas precisa saber como.

Separei 3 maneiras simples de cultivar seus leads e aumentar suas vendas.

1. Mantenha-se pessoal

E-mails te dão uma das maneiras mais legais de se comunicar diretamente com os seus cliente e fazer com que aquela mensagem aumente a chance de acessos e eventual conversão.

Os três principais métodos de manter seu e-mail pessoal são:

  • Segmentação;
  • Personalização;
  • Tom pessoal.

Segmentação:

Se você ainda não está fazendo isso, você tem que começar agora mesmo: segmente as suas listas de e-mail!

Por quê?

Eu não sou a única, mas eu tenho a tendência de abrir e-mails que abordam meus interesses e problemas. Seus clientes também fazem isso. Na verdade, estudos mostram que a segmentação de e-mails pode aumentar o número de cliques em até 50%.

Segmentar te dá a oportunidade de enviar e-mails específicos com o intuito de obter resultados:

  • Demografia particular;
  • Taxas de saída no seu funil de vendas;
  • Pessoas interessadas no mesmo produto/serviço;
  • Leads que vieram das mesmas fontes (ex. sorteios,downloads de e-books, ou fomulários de seu site).

Ao enviar várias campanhas de e-mail para listas segmentadas, você pode enviar mensagens que melhor se relacionam com as necessidades específicas dos seus clientes. Isso vai aprofundar seus relacionamentos de vendas, e é isso que vai /abrir o caminho para gerar a sua próxima venda.

Personalização:

Além disso, insira informações personalizadas sobre o seu destinatário. Envie e-mails, que incluem:

  • Nome do destinatário;
  • Sua última compra;
  • Interesses;
  • Frequência de engajamento.

Quanto mais você puder mostrar que entende seu cliente, maiores são as chances dele manter o envolvimento com a sua marca. Quanto mais interações você tiver, mais fácil será transformar um lead em um cliente verdadeiro.

Tom pessoal:

A terceira maneira de manter e-mails pessoais é escrever em um tom pessoal. Utilize pronomes pessoal da primeira e segunda pessoas, nunca da terceira pessoa. Não seja formal (a não ser é claro, que seu pública necessite uma abordagem mais formal - como escritórios de advocacia ou hospitais, por exemplo). Escreva para os seus contatos como se eles tivessem passeando na sua loja, ou seja, deixe ele familiarizado com a sua empresa.

As pessoas respondem muito melhor quando você escreve para elas diretamente e as trata de forma igual, não se sentindo generalizadas.

Segue um exemplo de um e-mail segmentado, personalizado e pessoal da KISSmetrics:

2. Sempre mantenha contato

Depois de alguém informar um endereço de e-mail, essa será a melhor oportunidade de manter um relacionamento.

Eu sei que parece óbvio, mas certifique-se de que você esteja mesmo mantenado contato com seus leads. Eu já perdi as contar de quantas vezes eu ouvi de empresas desapontadas com seus resultados de vendas. Muitas delass fizeram tudo certo, e até acumularam uma lista invejável de vídeos.

Mas elas não estão utilizando isso. Bom, elas não estão aproveitando suas listas para manter contato regularmente.

Agora, nem todos querem receber todos os seus e-mails toda hora. Por isso você deve criar segmentações (como expliquei acima). Porém você realmente precisa enviar mensagens, para manter sua marca na mente dos consumidores.

Existe algumas maneiras de fazer isso:

  • Enviar newsletters ou publicações de blog regularmente;
  • Configurar uma pequena campanha de automação de e-mails;
  • Utilizar e-mails programados.

Newsletters regulares:

Quando você quer construir relacionamentos, você mantém contato. O mesmo acontece com os leads da sua lista.

Envie e-mails regulares e agendados. E mantenha consistente o formato dos seus e-mails. Deixar seu e-mail consistente faz com que o seus clientes potenciais familiarizem-se com seu o negócio.

Existe muitas maneiras para manter o seu conteúdo atualizado e dinâmico. Por exemplo, envie por e-mail:

  • Resumos semanais das publicações do blog;
  • Newsletters quinzenais;
  • Pesquisas interativas;
  • Vendas e avisos de eventos.

Enviando e-mails regularmente deixa a sua marca na mente dos consumidores e no centro das atenções.

Como em qualquer campanha de e-mail marketing de sucesso, você precisa, testar, testar e testar de novo. Acompanhe e otimize seus resultados:

  • Melhor horário para enviar;
  • Melhor dia para envio;
  • Melhor conteúdo (e assunto do e-mail).

Campanha de e-mails automáticos:

Apenas 35% das empresas B2B têm um programa de e-mail automático implantado, isso realmente me surpreende.

E-mails automático sé uma das melhores maneiras para:

  • Enviar mensagens pertinentes;
  • Promover campanhas de marketing;
  • Ou, apenas manter seu negócio na mente dos consumidores.

Para criar uma campanha de automação de e-mails:

  • Utilize software de e-mail (como Wishpond, Marketo, ou Salesforce);
  • Configure de 3 a 6 e-mails;
  • Faça cada e-mail progressivamente direcionando para o seu objetivo final (ou seja, uma venda, concurso, etc).

Ao enviar alguns e-mails agendados, bem trabalhados e bem segmentados, você está criando mais pontos de contato com o seu cliente potencial. Esses pontos de contato servem para desenvolver familiaridade, confiança, e, finalmente, resultar em uma venda.

E-mails programados:

Empregue táticas de e-mails programados para enviar uma série de mensagens baseadas no comportamento dos clientes potenciais. Esse método de manter contato funciona muito bem para:

  • Desistências de compras;
  • Conteúdo para download;
  • Compras realizadas ou outros objetivos.

Eu gosto muito desse exemplo a seguir de e-mail programado (para consumidores que já interagiram de alguma maneira) da Boot Barn, e mencionado em estudo feito pela Marketing Sherpa.

Boots Barn é uma empresa com sede nos EUA, com uma e-commerce. Ela montou uma campanha de automação de e-mails para enviar três tipos de mensagem, e redirecionar a desistência de compras.

Segue resumidamente os três diferentes tipos de e-mails que eles enviaram:

E-mail 1. Enviado 20 minutos depois do consumidor desistir da pesquisa de compra e antes de selecionar um item: Eles fizeram perguntas pertinentes ao consumidores, para entender o porquê da desistência no processo da pesquisa de compra. Taxa de abertura desse e-mail: 46,04%.

E-mail 2. Enviado 23 horas depois do consumidor desistir dos itens selecionados no seu carrinho de compra: Esse e-mail destacou os benefícios de comprar com eles. Taxa de abertura desse e-mail: 40,04%.

E-mail 3. E** nviado uma semana depois do cliente potencial ter deixado a empresa:**Esse e-mail tentou criar um estado de receio no consumidor, dando um aviso final de que eles estavam prestes a perder os itens do carrinho de compras. Eles fizeram tudo para formatar uma chamada e tornar mais fácil clicar no seu carrinho de compras (com os itens uma vez selecionado), e assim rever os seus produtos. Taxa de abertura: 27,45%.

Esses tipos de e-mails programados são o sonho de qualquer empresa em realidade. Para conseguir tocar no potencial de compra levando receio ao consumidor, ou lembrando uma pessoa ocupada de voltar ao site e finalizar a compra… Isso resulta em vendas e construção de relacionamento para futuras compra.

3. Mostre sua personalidade e ganhe confiança

Se você é entendido em e-mail marketing, você já sabe que para aderir as vendas através de e-mail são os mesmos princípios das vendas através de uma pessoa física, ou seja, vendas online e vendas em loja física tem os mesmos princípios.

Você tem que construir relacionamento, mostrar entendimento, e ganhar a confiança de seus clientes potenciais.

Ok, conhecer o seu consumidor através de e-mail é um pouco diferente de conhecer pessoalmente… mas existem muitas maneiras de você mostrar que você é uma pessoa enviando e-mails e desenvolvendo a confiança que faltava para alcançar uma venda.

Seguem três:

  • Personalize o e-mail com o nome do remetente;
  • Utilize imagem de pessoas;
  • Crie consistência nas suas mensagens.

Personalize o e-mail com o nome do remetente:

Quando você estiver enviando e-mails em massa (bem segmentados, personalizados e pessoais), vá além. Utilize o seu nome (ou o nome do seu lead ou o nome do CEO da sua empresa) como nome do destinatário do e-mail.

Isso é um detalhe pequeno - mas pequenos detalhes são importantes no marketing.

Se o seu nome não é reconhecido, utilize o nome da sua empresa também. O ponto aqui é aumentar o nível de confiança de seus destinatários. Você precisa que o seu e-mail seja aberto, e pessoas confiem em pessoa mais do que apenas numa empresa ainda em crescimento.

Segue um exemplo da assinatura dos e-mails que envio regularmente:

image

É muito mais de pessoal para pessoa do que se eu simplesmente enviar nossas atualizações como “Wishpond”.

Utilize imagens de pessoas:

O poder de ver o rosto de alguém vai longe no marketing. Utilize isso no seu e-mail marketing. Você pode ganhar imediatamente mais confiança - sem mesmo escrever.

Inclua uma foto sua na assinatura ou no cabeçalho do e-mail. Ok, nem todos os destinatários vão ver sua foto - depende do provedor de serviço do e-mail deles - mas aqueles com contas no Gmail ou Yahoo vão ver.

Confira o exemplo abaixo,muito agradável e muito popular da Mari Smith mostrando sua imagem com um sorriso para gerar confiança em seus destinatários:

Ela utiliza ambos, uma foto de cabeçalho na parte do remetente e seu seu banner. (Como utilizo o Gmail eu pude ver sua foto no Google+ também)

Ver o rosto de alguém em sua caixa de entrada geralmente traz familiaridade.

Não perca essa oportunidade de conexão!

(Ah, e algumas tendências de e-mails estão até começando a enviar rostos em gifs, e os mais modernos e antenados estão incorporando pequenos vídeos…)

Crie consistência nas suas mensagens:

Não existe nada pior que prometer a um cliente uma coisa e entregar outra completamente diferente. Alguma vez isso já aconteceu com você? Você provavelmente não manteve a confiança como consumidor, não é mesmo?

Quando você estiver elaborando o seu e-mail, preste atenção no fluxo da mensagem. O correto é que as respostas não sejam afirmativas:

  • Seu assunto de e-mail está fazendo uma oferta muito boa para ser verdade?
  • O corpo do e-mail está faltando a oferta?
  • Sua landing page mostra visuais absurdamente diferentes do e-mail?
  • E sobre a sua chamada: o seu e-mail está falando de algo totalmente diferente do que é pedido na landing page?

Se a sua mensagem não é consistente, você vai perder a confiança do seu lead - o que eu quero dizer é para você manter a linguagem de seu site também no seu e-mail. Quando você perde a confiança de um consumidor, a realidade é, eles não vão comprar da sua empresa.

Conquiste a confiança, mantendo seu assunto, corpo do email, a chamada e a landing page clara e coesiva. E consiga a venda!

Conclusão

Construir relacionamentos com consumidores é a chave para aumentar suas vendas. E-mail marketing não está defasado! E-mails ainda éum excelente método para nutrir seus leads. Crie um bom plano de e-mail marketing, e você vai obter bons resultados.

Assim como acontece com qualquer campanha de e-mail, certifique-se de fazer o teste A/B e acompanhar seus resultados. É muito simples configurar uma campanha, então mantenha os testes, compare e otimize seus e-mails. Não é caro, e provavelmente você conseguirá alcançar o retorno do seu investimento rapidamente.

Confira mais artigos sobre e-mail marketing:

Então, o que você acha? Como você desenvolve relacionamentos de vendar através de e-mails? Você utiliza e-mails automáticos (personalizados)? Que experiência você teve?

Por: Thiara@wishpond.com