4 erros que podem invalidar uma promoção no Facebook

Alguns proprietários de páginas não sabem as regras básicas do Facebook: você não pode postar uma mensagem em sua linha do tempo e chamá-la de concurso. Também não se pode fazer o ato de “curtir” sua página como regra para validar um concurso. Você pode, no entanto, exigir que as pessoas que queiram participar do concurso curtam a sua página ou façam um check-in no seu negócio, a fim de ganhar acesso a seu concurso.

Se você cometer qualquer um dos 4 erros a seguir, há uma boa chance de seu concurso chamar a atenção dos monitores do Facebook e ser cancelado.

Erro #1: Ignorando diretrizes do Facebook.

Muitos concursos são cancelados porque seus criadores não prestam atenção às diretrizes do Facebook. Eles modelam seus concursos baseados no que suas marcas favoritas ou varejistas locais tem feito. Por exemplo, eles vêem uma competição que diz: “Escreva um título para esta foto. O mais engraçado ganhará ______________ ” e decidem fazer a mesma coisa. Parece ser um concurso simples, mas se você cria uma competição como esta e o sistema automatizado do Facebook a detecta, sua página poderá ser banida ou excluída. E se os usuários relatam o concurso como spam, ou que está violando das regras do Facebook, você também corre o risco de ser excluído.

Parte do desafio para os proprietários de páginas é que o Facebook não dizem a seus usuários em lugar algum, “Se você quer executar um concurso, você deve ler as nossas diretrizes em primeiro lugar.” Em vez disso, ele conta com desenvolvedores de aplicativos, e as agências que trabalham com marcas , para projetar aplicativos que atendam às diretrizes como nós da Wishpond.

Erro #2: Um prêmio que os usuários acham que é muito bom para ser verdade.

Vamos dizer que você é um restaurante com 1.000 fãs em sua página e seus clientes interagem com você através do Facebook porque eles adoram receber receitas e ouvir sobre eventos especiais que estão acontecendo em seu restaurante. Então um dia você decide hospedar um concurso em que o prêmio é um iPad. Como a página é compartilhada, algumas pessoas podem assumir que é spam e optam por “esconder” isso ou “marcá-lo como spam.” Toda vez que isso acontecer, o aplicativo recebe um feedback negativo, e o sistema automatizado do Facebook irá desativar o aplicativo se atinge um certo limite. Você pode monitorar o feedback negativo vendo perspectivas de aplicativos na área do desenvolvedor do app da plataforma do Facebook. É muito melhor dar algo que está relacionado com o seu negócio. Se você é uma padaria, ofereça cupcakes por exemplo. Se você é um spa, ofereça um tratamento facial. Se você é um negociante de carro, ofereça uma troca de óleo, e por aí vai.

Erro #3: Quebrando leis, nacionais ou internacionais.

Em alguns países, prêmios que valem uma certa quantia devem ter uma garantia, o que significa que o administrador do concurso deve criar uma espécie de apólice de seguro para garantir que o prêmio realmente existe. Esta é uma lei de proteção do consumidor. Também sob esse guarda-chuva “legal”, certifique-se que você sabe a diferença entre um “sorteio” e uma “loteria.” Por que? Loterias são ilegais. A loteria é definida como a venda de uma entrada para um concurso. Você não pode dizer aos usuários que para cada centavo gasto, recebem entradas adicionais (mas você pode dar-lhes entradas adicionais para outras ações não monetárias, como convidar amigos para o concurso). Você não pode adicionar um botão PayPal para sua página e permitir que seus usuários comprem votos adicionais. Se você não tiver certeza sobre como lidar com isso em suas regras, um bom começo é verificar o palavreado legal que uma grande marca usa em concursos. Não corte e cole, use a sua linguagem - apenas use como um guia e olhar os tipos de proteção que têm em vigor.

Erro #4: Notificando o vencedor em uma atualização de status.

Você não pode notificar os vencedores que ganharam apenas via atualização de status. Deve notificá-los através de um método que não seja pelo Facebook, tal como e-mail, correio tradicional, telefone. A partir de então você está livre para anunciar o vencedor do concurso no Facebook. Uma das razões que o Facebook tem esta obrigação de notificação no local é que, sem ela, concursos poderiam rapidamente tornar-se em um spam “Você ganhou. Clique Aqui!”, ou até mesmo em uma fraude. Ao forçar a notificação fora do Facebook, há menos potencial para fraudes. Para a coleta de dados de participantes do Facebook, você deve usar um aplicativo de terceiros. Nós da Wishpondsomos um dos únicos aplicativos brasileiros a apresentar os requisitos legais do Facebook para realizar promoções. ( http://www.facebook.com/page_guidelines.php#promotionsguidelines)