Os tipos de custos de anúncios no Facebook: CPC, CPM, CPA e CPL

Quanto custa anúncios no Facebook?

Quando devo gastar com anúncios no Facebook?

Essas são as duas perguntas que eu mais recebo quando estou online no suporte da Wishpond. Essas dúvidas vêm de quem está pensando em primeiro lugar sobre como fazer um anúncio no Facebook. E assim deve ser. Principalmente os profissionais de marketing precisam ser capaz de estimar seu ROI acima de tudo.

Aqui está a resposta: gaste menos com cada cliente que você consegue através de anúncios no Facebook do que eles valem para você.

Mas como você saber quanto um cliente médio vale? E como você sabe se você está gastando menos com anúncios no Facebook?

Não fique preocupado com tantas siglas, ao final desse artigo você saberá tudo sobre elas, eu prometo!

Princípio dos custos em anúncios no Facebook #1: CPC, CPM, CPL, CPA e Custo por cliente do seu público-alvo

Bom, em primeiro lugar, vamos analisar a forma como o Facebook cobra por anúncios em sua plataforma e os fatores que afetam quanto esses anúncios podem custar.

CPA, CPL, CPC e CPM - Tradução das siglas e atribuições:

Quando você for estabelecer seu orçamento de campanhas no Facebook, você precisa escolher de duas a quatro opções de preço. O CPA (Cost per Actionou “custo por ação”) só fica disponível se você escolher a opção ‘Conversões no site’como resultado do anúncio no gerenciador de anúncios no Facebook.com. O CPL (Cost per like ou “custo por curtida”)só está disponível se você escolher 'Curtidas na página’ como resultado do anúncio.

CPC (cost-per-click):Se você utilizar o CPC, você paga apenas quando alguém clica no seu anúncio no Facebook.

CPM (cost-per-mille):Com o CPM (em português, “custo por mil impressões), você paga quando o Facebook é visualizado mil vezes (Impressão é o número de vezes que o seu anúncio aparece para um usuário no Facebook).

CPA (cost-per-action): Esse permite você acompanhar e otimizar o quanto você gasta para fazer com que alguém realize uma ação ou quanto você gasta para converter um usuário em lead no seu site depois de clicar no seu anúncio.

CPL (cost-per-like):Custo por likes é utilizado quando você quer rastrear e otimizar quanto é necessário gastar para que um usuário curta a sua página no Facebook depois de ver e clicar no seu anúncio. Aprenda mais como conseguir mais fãs e likes no Facebookutilizando anúncios no Facebook.

Calculando o custo por cliente (O único custo que você precisa se preocupar)

Custo por cliente é o número que você precisa prestar mais atenção. É o custo de conseguir que um usuário se torne seu consumidor. Todos os outros números de custos são apenas partes da equação para calcular o custo final da obtenção de um novo cliente.

Veja como calculá-lo:

Utilizando o rastreador de CPA do Facebook, onde você pode primeiramente obter o custo da ação inicial que o usuário leva no site. Se essa ação é uma compra, então, o CPA é igual ao seu custo por cliente. Mas se a ação é baixar um e-book, se inscrever para uma newsletter ou alguma outra forma de geração de leads, então, você precisa adicionar uma variável extra para a equação:

CPA x (Número de leads que compram/número total de leads)

Qual é a média de CPC?

Recentemente um artigo da Search Engine Journalinformou que o CPC médio para os anunciantes de varejo no 3º trimestre de 2013, foi de apenas US$0,45. Isso significa uma queda de 27% em relação ao ano anterior. No 3º trimestre de 2012, o CPC médio foi de US$0,62. Confira os gráficos abaixo para ver como a média do CPC mudou do 3º trimestre de 2012 ao de2013. As conclusões do relatório são baseados em 200 bilhões de anúncios no Facebook.

image

A opção padrão de preços que o Facebook define para o seu anúncio é a de cost per click(CPC). Essa é uma boa opção para quando você estiver fazendo o seu primeiro anúncio, visto que a taxa de cliques (CTR) para os anúncios no Facebook é menor e pagar por cliques é mais barato do que se você tivesse pagando pelo o mesmo número de impressões (CPM).

Dependendo do desempenho do seu anúncio, você pode querer mudar o seu anúncio no Facebook de CPC para CPM - especialmente se ele estiver indo bem com uma boa taxa de cliques. Mas não se esqueça de acompanhar as impressões e os cliques. Se as impressões aumentarem sobre o seu anúncio e os cliques diminuírem, o custo vai aumentar e você pode precisar voltar a utilizar o CPC.

Depois de escolher o método de pagamento, você pode optar por definir o sue próprio lance ou permitir que o Facebook otimize isso para você. A menos que você seja um usuário avançado, recomendamos permitir que o Facebook optimize o seu lance em qualquer tipo de anúncio.

Escolhendo um público-alvo para os anúncios

Seu público-alvo é o grupo de usuários do Facebook que potencialmente vai ver o seu anúncio. O Facebook tem um conhecimento demográfico muito profundo, incluindo informações de empregos e interesses de cada usuário para segmentar as pessoas com base nisso. Quer segmentar mulheres de 45 anos em São Paulo capital que gostam de gatos? Não tem problema! Você pode até mesmo segmentar usuários específicos com os seus anúncios, utilizando apenas o seu endereço de e-mail ou número de telefone. Isso é chamado de "Público customizado”. Aprenda Como direcionar anúncios no Facebook para listas de e-mails e telefones (Público customizado).

Porque alguns públicos-alvo têm alto CPM e CPC

Em resumo, quando mais anunciantes tentam alcançar uma audiência particular, maior será o custo para fazer um anúncio no Facebook - a famosa lei da oferta e da procura. Se você já utilizou o Google Adwords, você já experimentou a mesma coisa. Quanto mais as pessoas tentam fazer propaganda para uma palavra-chave específica, mais custo terá esse tipo de anúncio.

De acordo com o terceiro princípio, otimizar o gasto com publicidade (orçamento), é possível encontrar o menor CPC e CPM para o seu público-alvo.

Princípios dos custos em anúncios no Facebook#2: Sua média de valor por cliente

Agora que você entende como é feita a cobrança sobre anúncios no Facebook, você precisa ver o outro lado da equação, que é a forma de calcular o valor sobre osseus anúncios podem gerar para você. A melhor maneira de fazer isso é calcular o seu valor médio por cliente, assim você pode facilmente se igualar contra o “custo por cliente” que eu já mencionei e calculei acima.

Calculando o valor médio por cliente (VMC)

O VMC é o valor médio do pedido de cada cliente.

Se a sua empresa utiliza um modelo de pagamento único para cada produto ou serviço, essa é a equação utilizada para calcular o valor médio dos pedidos:

Receita total de vendas/Número de Clientes

Agora, se o seu negócio é grande e tem várias categorias de produtos, talvez seja necessário criar segmentações com base nessas categorias. Por exemplo, o valor médio de pedidos em eletrônicos vai ser muito maior do que os de material de limpeza.

Calculando VMC por modelos de receitas recorrentes

Se você tem um modelo de pagamento recorrente, ou seja, as pessoas pagam você em uma base semanal/mensal por um produto ou serviço, essa é a equação utilizada para calcular a quantidade média do pedido:

(Número total de pagamentos recorrentes/Número de clientes) x (Pagamento recorrente #1 x Número de clientes pagando esse preço) + (Pagamento recomente #2 x Número de clientes pagando esse preço) + … / número total de clientes)

Na próxima seção, eu vou mostrar o número no qual você precisa prestar atenção para saber se seus anúncios no Facebook são bem sucedidos ou não.

Dicas Wishpond: Uma maneira fácil de acompanhar o seu custo por cliente sem ter que lidar com rastreamento de códigos (um pouco complicado) entre o seu anúncio no Facebook e seu site é utilizar a ferramenta de anúncios no Facebook da Wishpond com a criação de Landing Pages. Ambos integrados na sua conta com a Wishpond para permitir que você acompanhe o seu custo por cliente, assim como todas as outras métricas, sem ter que criar seus próprios códigos de controle.

Princípios dos custos em anúncios no Facebook#3: Otimize seus gastos com anúncios

Então, agora que você sabe como analisar os seus anúncios no Facebook para se certificar de que eles estão trazendo lucro, o quanto você gasta por semana/mês? E como você otimize seus anúncios para torná-los o mais lucrativo possível?

O único número que você PRECISA para prestar atenção

O único número que você realmente precisa se concentrar todo o tempo é o seu valor médio por cliente menos o custo por cliente. Isto é, quanto dinheiro seu cliente médio traz menos a quantidade que você precisa gastar em anúncios para conseguir um novo cliente. Se esse número for superior a zero, logo, os seus anúncios são lucrativos. E, quanto maior o número, mais lucrativo serão.

No final do dia, todos os outros número são apenas uma métricas incompletas. Esse sim é único que realmente afeta a linha o seu negócio.

Otimize seus anúncios no Facebook fazendo um teste A/B

Embora haja uma série de práticas recomendas sobre como anunciar no Facebook, a única maneira de otimizar seus anúncios no Facebook para maximizar o seu ROI é testar, testar e mais uma vez, testar. Especificamente, o teste A/B.

O teste A/B é uma estratégia de marketing em que duas versões, A e B, são testadas, uma contra a outra. O objetivo é identificar as alterações que aumentam a chance de acontecer o que você quer que aconteça.

É usado comumente para sites, landing pages, e-mails marketing e anúncios. As melhores práticas permanecem essencialmente as mesmas, porém:

-Altere o posicionamento e a formatação de objetos em uma página para captar o olhar de um usuário para onde você quiser

-Altere as cores para garantir que objetos primários se destaquem

-Coloque imagens atraentes ou que provoquem emoção: isso encoraja o engajamento

-Colque textos atraentes para o leitor, e incentive um resultado desejado

Quer saber mais? Clique a seguir para aprender: Como realizar o Teste A/B para maximizar o ROI de seus anúncios no Facebook

Não seja vítima da fadiga de anúncios no Facebook

A fadiga de anúncios no Facebook ocorre quando o público-alvo do seu anúncio vê o seu anúncio muitas vezes e sua taxa de clique cai quando sua taxa de frequência (quantas vezes ele é visto) aumenta.

Por que isso acontece? O anúncio é mostrado para os usuários com frequência (a cada vez que eles entram no Facebook - em média de 13,8 vezes/dia, segundo dados recentes). Seu anúncio está competindo contra fotos e status no feed de notícias do Facebook do usuário. As pessoas se acostumam com a sua propaganda e sua taxa de clique (CTR) cai.

Mude as variáveis ​​dentro de seus próprios anúncios (rotação de anúncios) para que os usuários do Facebook não fiquem cansados dos seus anúncios e parem de clicar. O ideal é que assim que o seu anúncio começar a perder a eficácia, você o atualize e ou o substitua por uma versão diferente.

O Facebook otimiza os gastos dos meus anúncios?

Sim, o Facebook otimiza o seu público-alvo para você, com base em quem está clicando ou convertendo em seus anúncios. Mas, honestamente, a otimização que eles fazem é mínima (básica). Utilizando as técnicas ditas acima, você pode otimizar os seus anúncios muito melhor do que o Facebook faz.

Bônus: O que é CTR e como isso afeta os custos sobre anúncios no Facebook?

CTR (Click-through Rate): Taxa de cliques, é a porcentagem de pessoas que clicam no seu anúncio dividido pelo número total de pessoas que veem o seu anúncio. Por exemplo, se 100 pessoas verem o seu anúncio e só uma delas clica nele, o seu CTR é de 1%.

Ao contrário do Google Adwords, O Facebook não tem nenhum índice de qualidade documentado. Para o do Google Adwords, o ponto de qualidade é afetado pela sua taxa de cliques sobre o número de pessoas que ficam no site depois de clicar em um anúncio direcionado para ele. Infelizmente, este ainda não é o caso dos anúncios no Facebook.

Se você quer conseguir novos likes no Facebooksegue 4 fontes com super dicas para você, por favor clique nos links abaixo para conhecê-las:

Nossas ferramentas para mídia social permitem que você crie anúncios no Facebook de forma fácil e rápida. Assim você ganha muito mais visibilidade de marca.Clique aquipara saber mais!

Por: Thiara@wishpond.com